País

Comportamentos sociais

Se há uma coisa que torna o seu gato especial é o seu espírito independente. Mas serão os gatos mais sociáveis do que pensamos?

Hábitos de higiene

Embora sejam independentes, os gatos desenvolvem, por vezes, relações com outros gatos. Limparem-se uns aos outros contribui para a formação destes vínculos. Portanto, se vir o seu gato a lamber o gato do vizinho, importa lembrar que não o faz apenas por uma questão de higiene. Ele está a fazer amizades – ou a fazer as pazes depois de uma luta.

Esfregar-se

Para além de se limparem mutuamente, os gatos gostam de esfregar a testa, bochechas, flancos e, por vezes, a cauda em outros gatos. Esta é uma excelente forma de misturar os seus odores e responder ao toque de outros gatos – alguns peritos consideram que está também associado a questões de hierarquia. Para além de satisfazer os instintos naturais do seu gato, esta atividade proporciona ao dono a satisfação de ver o seu pequeno felino a socializar com os vizinhos!

Comportamentos agressivos

No entanto, apesar da sua natureza amigável, o seu gato pode também comportar-se com agressividade. Por exemplo, os comportamentos territoriais levam-no a impedir a sua entrada em certas divisões da casa – pode inclusivamente tentar atacá-lo.

É importante recordar que estes são comportamentos naturais. O seu gato pode ter uma energia inesgotável e sentir-se reprimido por estar preso dentro de casa; pode ter visto um pássaro através da janela e ter ficado frustrado por não poder correr atrás dele; ou talvez estivesse a fixar a sua presa e a sua presença fê-lo acionar o seu modo de caçador.

É fácil aliviar as tensões associadas a comportamentos agressivo. Dê ao seu gato brinquedos ou objetos para o entreter e que possa trepar. Pode ainda fazer jogos de caça com ele – os gatos adoram objetos presos por um fio!
Consentimento do Cookie