País

Compreender o seu gato

Tal como os grandes felinos, o comportamento do seu amigo felino é conduzido por uma grande variedade de instintos naturais. Ao compreendê-los irá ter uma ideia muito mais clara do que ele quer ou não quer. Dessa forma, não vai cair na esparrela de pensar que o seu gato está a ser desobediente ou teimoso… e você irá perceber que ele apenas está a ser um gato!

Ao aprender estes comportamentos naturais, irá perceber melhor as coisas que o seu gato faz para tentar comunicar – e aí, a sua relação com ele irá evoluir. O seu gato comunica consigo constantemente – apenas precisa de o ouvir e observar!

Instintos naturais

Por natureza, o seu gato é uma criatura solitária. Ele gosta de passar momentos sozinho, especialmente quando está a dormir ou na sua ronda de caça. O seu gato tem também um poderoso instinto para caçar à noite - um impulso natural que não será abafado, mesmo que você o alimente regularmente durante o dia.

É importante deixar o seu gato expressar livremente o seu comportamento natural. Se ele pretende passar tempo sozinho, garanta que, em sua casa, há lugares onde ele se possa isolar confortavelmente. Tal como a maioria dos gatos, ele provavelmente gostará de locais apertados, como caixas de cartão ou camas para gatos.

Um caçador de nascença

Na natureza, todos os grandes felinos são caçadores naturais. Com o seu companheiro felino acontece exatamente o mesmo, e é por essa razão que é importante encorajar os seus desejos instintivos de caçar. Não se preocupe, isso não significa que ele vai começar imediatamente à procura de pássaros ou ratinhos – um simples brinquedo pode servir perfeitamente! Brinquedos a replicar canas de pesca, por exemplo, são uma excelente forma de você brincar em conjunto com o seu gato enquanto ele desenvolve as suas características naturais. Deixe-o vencer e ele irá transbordar de alegria!

Se o seu gato exercitar as suas habilidades de caça dentro de casa, haverão menos hipóteses de ele lhe levar alguma presa que possa encontrar no exterior. Contudo, se encontrar um pássaro ou um rato no seu degrau, lembre-se que o seu gato irá terminar a caça num local que ele ache mais seguro. Ele não estará a ser impertinente, sendo que também não é considerado um dom – ele simplesmente quererá demonstrar que não há nenhum lugar como a sua casa!

Olfato apurado para a comunicação

Tal como os gatos que andam na rua, o seu também comunica através de mensagens de cheiro, que é deixado ao arranharem, ao libertarem urina e a esfregarem-se. Portanto, quando o seu gatinho se esfrega em paredes, portas, ou móveis, o que ele está mesmo a fazer é a marcar o seu território. E se ele se esfregar nas suas pernas, está mesmo a cumprimentá-lo e a comunicar que você é pertença dele.

Arranhar também deixa mensagens visuais, e ajuda a manter as garras do seu gato bem afiadas. Assegure-se que o seu gato tem uma área específica em casa onde ele esteja permitido – até mesmo encorajado – a arranhar. É uma boa medida para que ele pare de estragar a sua mobília, dando lhe um poste arranhador especial.
Consentimento do Cookie