País

Dicas de Alimentação

No ambiente selvagem, os grandes felinos sabem exatamente o que precisam de comer. Ao alimentar o seu gatinho com as refeições corretas nos horários mais adequados irá apoiar os seus instintos naturais, como um carnívoro e caçador solitário.

Comida especial para gatinhos

Durante as primeiras 4-5 semanas de vida, o seu gatinho irá obter tudo o que precisa pela sua mãe. Normalmente, o desmame é feito às 7 semanas, mas pode habituar o seu gatinho a comer alimentos especialmente preparados, como os da gama Júnior 2-12 meses da Whiskas®, a partir da 4ª semana.

Estômago pequeno, apetite enorme

O seu querido gatinho poderá ser pequeno, mas ele irá crescer a uma velocidade 15 vezes superior à de um bebé humano! Contudo, possui um estômago do tamanho de um polegar e não consegue alimentar-se em grandes quantidades. É por isso que é importante alimentar o seu gatinho com pequenas refeições em intervalos regulares – mais de 6 vezes por dia, para começar. Nos primeiros dias, tente espalhar bem a comida num prato para que o seu gatinho possa provar.

Porções alimentares desde gatinho até gato adulto

Alimente o seu gatinho com 3-4 refeições por dia até ele ter 6 meses de idade. Após essa altura, 2-4 refeições devem satisfazê-lo. Aos 10-12 meses, ele estará preparado para ingerir alimentação para gatos adultos, que lhe podem ser fornecidas duas vezes por dia.

Comedores cuidadosos

Quando vivem na natureza, os gatos têm muito cuidado com o que comem, evitando tudo o que tenha um sabor “podre”. O seu gatinho partilha esses mesmos instintos e irá preferir que cada refeição seja fresca, servida a temperatura ambiente numa tigela limpa.

Mudanças na alimentação

Introduza gradualmente e em pequenas quantidades todas as novas comidas, pois as mudanças bruscas podem causar desarranjos no estômago sensível do seu gatinho.

Fora do menu

Após o desmame dos gatinhos, eles perdem a sua capacidade de digerir leite – portanto não bebem leite de vaca! Grande parte dos alimentos ingeridos por humanos podem ser prejudiciais para os gatos – como por exemplo as cebolas, que podem causar anemia. Portanto, não caia na tentação de alimentar o seu gatinho com restos do seu jantar ou com snacks para humanos. Se o alimentar com a comida indicada nos horários corretos, todas as necessidades nutritivas serão correspondidas.

Água

O seu gatinho possui um nariz extremamente sensível que, juntamente com a língua, irá facilmente captar aromas químicos. É por essa razão que eles poderão preferir beber a partir de poças de água (ou até mesmo da sanita) em detrimento da habitual tigela. Para encorajar os gatinhos a beber mais, coloque a tigela da água num local calmo, afastado da caixa de areia. Mas, caso ele tenha hábitos estranhos de ingestão de líquidos, não se preocupe – acaba por ser perfeitamente normal!

Caixa de areia

Os grandes felinos são cuidadosos com a sua higiene. É por isso que eles não comem e realizam as suas necessidades no mesmo local. O seu pequeno gatinho não é diferente, portanto assegure-se que a caixa de areia dele está longe dos locais onde come e bebe. Para saber mais, leia por favor “Treino da caixa de areia”.

Vida longa e saudável

Um pelo deslumbrante, olhos brilhantes e uma condição muscular tonificada e flexível, são sinais positivos que transmitem perfeitamente a saúde nutricional do seu gatinho. Se o alimentar com comida adequada para cada fase da vida, irá ver rapidamente resultados na sua aparência.
Consentimento do Cookie