País

O peso do seu gato

No estado selvagem, os felinos comem apenas os animais que caçam. O seu gato também é um caçador nato, mas precisa de si para ter uma alimentação equilibrada e para se manter saudável…  e com o peso ideal. Contudo, às vezes, é difícil resistir à doçura daqueles grandes olhos suplicantes e dar-lhe recompensas sob a forma de comida também faz parte da brincadeira. Esteja atento ao peso do seu gato e não o deixe abusar!

Pesá-lo

Saber o peso do seu gato não podia ser mais fácil – basta usar a balança lá de casa. Primeiro, pese-se sozinho e, em seguida, volte a subir para a balança, mas desta vez com o seu gato ao colo. Depois, subtraia o segundo valor ao primeiro para calcular o peso do seu gato!

Examiná-lo

Também é aconselhável estar atento a possíveis alterações do peso. Pode fazê-lo posicionando-se de pé sobre ele e olhando para baixo. Se notar uma ligeira “barriguinha” por detrás das costelas, pode ser sinal de que o seu gato tem excesso de peso. Procure também por bolsas de gordura entre as patas traseiras e o abdómen.

Alternativamente, coloque as suas mãos nos flancos do seu gato. Se conseguir sentir as costelas, então o seu gato tem o peso ideal. Mas se as costelas estiverem salientes, o seu gato está demasiado magro.


Ajudar um gato com excesso de peso

Se o seu gato está a ficar um pouco rechonchudo, o veterinário pode propor-lhe uma dieta de emagrecimento. É melhor fazer quatro refeições pequenas ao longo do dia do que duas refeições mais pesadas. E, muito provavelmente, vai ter de pôr fim àqueles biscoitinhos e snacks a meio do dia!

Tal como os grandes felinos, o seu gato precisa de fazer exercício físico – o que também pode ajudá-lo a perder peso. Habitue o seu gato à ideia com curtos períodos de atividade intensa. Estenda estes períodos gradualmente, aumentando-lhes cinco minutos de vez em quando, até garantir que o seu gato pratica todo o exercício diário de que necessita.


Ajudar um gato com peso a menos

Se pensa que o seu gato está demasiado magro, pergunte ao veterinário que quantidade de comida lhe deve dar e com que frequência deve alimentá-lo. Se, mesmo assim, o gato não apresentar melhorias, pode ser sinal de doença, por isso peça ao seu veterinário para lhe realizar um exame médico completo.
Consentimento do Cookie