País

Água potável

No estado selvagem, os felinos costumam viver em florestas, savanas ou pradarias. Nestes habitats naturais é, muitas vezes, difícil encontrar água. É por isso que o corpo dos grandes felinos evoluiu, de forma a obter grande parte da água de que necessitam através das suas presas.

Não se preocupe se os hábitos do seu gatinho parecerem estranhos.

O seu gatinho está programado da mesma forma. No entanto, continua a precisar de beber, portanto é essencial ter sempre um bebedouro com água fresca. 

Esterilização

Tal como os restantes felinos, os gatos machos têm o instinto de marcar o seu território. E as fêmeas “no cio” costumam ficar inquietas, miar mais do que o habitual, contorcer-se e rebolar no chão. A esterilização irá prevenir este tipo de comportamento e tem ainda benefícios a longo prazo em termos de saúde.

A esterilização promove e melhora a saúde do seu gatinho.

Quando esterilizar

A melhor altura para esterilizar o seu gatinho – macho ou fêmea – é por volta dos seis meses de idade. Com esta idade a sua bolinha de pelo torna-se sexualmente ativa. Fale com o seu veterinário sobre todos os aspetos do procedimento.

Mudar para uma alimentação própria para adultos

À medida que se aproxima do seu primeiro aniversário, o seu gatinho está preparado para começar uma alimentação equilibrada indicada para gatos em crescimento.

O seu gatinho pode começar a consumir comida para gatos adultos a partir dos 12 meses.

O seu gatinho é muito sensível às alterações de sabor e temperatura, assim como às mudanças na sua alimentação, por isso, é importante ir habituando gradualmente o seu gatinho à nova dieta.

Problemas intestinais

O sistema digestivo do seu gatinho transforma os alimentos ingeridos em energia tal como acontece nos humanos. Os problemas de saúde podem afetar os intestinos, sendo comum ter diarreias e obstipação.

É normal que o seu gatinho possa vomitar esporadicamente, pelo que não há razão para se preocupar.

. Se o seu gatinho apresentar estes sintomas, consulte o seu veterinário.

Pulgas e parasitas

Pulgas – sintomas e tratamento As pulgas são fáceis de detetar e ainda mais fáceis de tratar. Têm um cor preta-acastanhada e pode vê-las a andar no pelo do seu gatinho.

Procure aconselhamento junto do seu veterinário.

Parasitas – sintomas e tratamento

Existem dois tipos de parasitas aos quais deve estar atento. As lombrigas podem fazer com que o seu gatinho fique com a barriga inchada e, em alguns casos, vomitar. As ténias têm o aspeto de grãos de arroz e pode encontrá-las na caixa de areia do seu gatinho ou na zona em torno do ânus.

Check-ups de saúde em casa

No seu habitat natural, os rituais de higiene ajudam os felinos a manterem os seus vínculos sociais. Pode fortalecer a sua relação com o seu gatinho da mesma forma, fazendo check-ups regulares do seu estado de saúde.

Enquanto o examina, seja cuidadoso e vá usando palavras de conforto para o tranquilizar.

 E é bom começar desde cedo – dessa forma, o seu gatinho vai habituar-se à ideia e começar a ver estes momentos como parte da sua rotina. 

Constipações

Durante os primeiros nove meses de vida é possível que o seu gatinho não se sinta bem ou fique doente. Estes sintomas podem ser sinais de uma constipação.

Grande parte dos sintomas são ligeiros e costumam passar com a ajuda de simples cuidados domésticos

A boa notícia é que a maioria das constipações são causadas por apenas dois vírus. Desde que tenha as vacinas em dia, o seu gatinho deve estar protegido contra estes vírus. 

Visitas ao veterinário

Quando trouxer o seu gatinho para casa, este depende de si para cuidar dele. Por isso, é importante registá-lo no veterinário o mais cedo possível. É também boa ideia guardar todos os seus registos clínicos – e o número do seu veterinário – num local seguro e de fácil acesso e ainda fazer um seguro de saúde para o novo membro da sua família.

Durante o check-up, faça-lhe festas e fale com o seu gato para que ele se sinta seguro.

A viagem

O seu gatinho pode ficar um pouco apreensivo com a caixa de transporte. Experimente deixar a caixa visível durante alguns dias antes de a utilizar, para que o seu gato se vá habituando a ela. Coloque lá dentro um objeto com o odor do seu gato – como um brinquedo ou um cobertor – para lhe transmitir confiança. 

Vacinas

Enquanto donos responsáveis, todos queremos que os nossos gatinhos sejam felizes e saudáveis. Seguir o programa de vacinação é importante, uma vez que protege os gatos de doenças. Assim que tenha tomado todas as vacinas recomendadas, o seu gatinho terá toda a proteção de que necessita.

Mesmo tendo sido vacinado, é importante dar ao seu gatinho um reforço das vacinas anualmente.

Quando vacinar

Os gatos costumam fazer a primeira dose de vacinas por volta das 9 semanas de idade e uma segunda dose às 12 semanas. Algumas vacinas podem ter datas de toma diferentes, pelo que deve consultar o seu veterinário para saber o calendário de vacinação.

Dentes fortes e saudáveis

O seu gatinho é carnívoro por natureza, o que significa que a sua dentição está preparada para cortar e rasgar os alimentos em vez de os triturar ou mastigar. Tal como os outros felinos, o seu gatinho precisa de ter dentes fortes e saudáveis para se alimentar e fazer a sua higiene.

Habitue o seu gatinho a check-ups dentários regulares desde cedo.

Exames regulares

Os dentes do seu gatinho devem ser mantidos limpos e livres de depósitos. As suas gengivas devem ter uma cor rosa saudável. Se notar vermelhidão em torno das gengivas e dos dentes do seu gatinho, fale com o seu veterinário – por vezes, pedaços de comida e bactérias podem levar à formação de placa bacteriana.

A dieta do seu gatinho

Tal como os grandes felinos, o seu gatinho é um verdadeiro carnívoro. Os seus dentes, língua e sistema digestivo está concebido especialmente para comer carne. Portanto, para ir ao encontro das necessidades nutricionais do seu gatinho, é fundamental que ele cumpra corretamente uma dieta adequada.

Dadas estas necessidades complexas, é importante alimentar o seu gatinho com uma dieta especialmente adequada. 

Como carnívoro, o seu gatinho precisa de bastante proteína e de um equilíbrio complexo de nutrientes. Além disso, como o seu gatinho cresce a grande velocidade, precisa de certos nutrientes em níveis diferentes de um gato adulto – incluindo as proporções corretas de cálcio e fósforo.

Dicas de Alimentação

No ambiente selvagem, os grandes felinos sabem exatamente o que precisam de comer. Ao alimentar o seu gatinho com as refeições corretas nos horários mais adequados irá apoiar os seus instintos naturais, como um carnívoro e caçador solitário.

O seu querido gatinho poderá ser pequeno, mas ele irá crescer a uma velocidade 15 vezes superior à de um bebé humano! 

Durante as primeiras 4-5 semanas de vida, o seu gatinho irá obter tudo o que precisa pela sua mãe. Normalmente, o desmame é feito às 7 semanas, mas pode habituar o seu gatinho a comer alimentos especialmente preparados, como os da gama Júnior 2-12 meses da Whiskas®, a partir da 4ª semana.